Macunaíma

unnamed (1)

 

Eu já havia tratado aqui, nos posts sobre a Selva no BBB 12, a respeito da moral retratada em contos literários. Tratei do “João e o Pé de Feijão”, o Tabart,  e tratei do “Macunaíma:o herói sem caráter” , do Mário de Andrade.

Quando você trata de heróis literários, o que se vê são personagens sobre as quais se centraliza uma narrativa. Não se trata de quem salva vidas, luta por justiça, por valores que a sociedade apregoa. Até porque se pegarmos literalmente os exemplos dos heróis infantis, veríamos que muitas fábulas infantis são verdadeiras obras de terror. De moral repudiável, e jamais deixaríamos que nossas crianças a tomassem como exemplos positivos.

Vamos às duas obras:

“João e o pé de Feijão,” na versão original, de Tabart,retrata um héroi que, após ser enganado por alguém sórdido, sem poder defender-se, entra escondido na casa de outro homem, ganha a simpatia de sua esposa para assim conseguir roubar-lhes e por fim o mata. Ele não encontra nenhum conflito moral ou punição por seus atos, igualmente a seu algoz. ” *

Ao tratar de sua obra, Mário de Andrade disse o seguinte: ““O que me  interessou por Macunaíma foi incontestavelmente a preocupação em que vivo de trabalhar e descobrir o mais que possa a entidade nacional dos brasileiros. Ora, depois de pelejar muito verifiquei uma coisa que me parece certa: o brasileiro não tem caráter. Pode ser que alguém já tenha falado isso antes de mim, porém, a minha conclusão é uma novidade para mim porque tirada da minha experiência pessoal. E, com a palavra caráter, não determino apenas uma realidade moral, não, em vez, entendo a entidade psíquica permanente se manifestando por tudo, nos costumes, na ação exterior, no sentimento, na língua, na História, na andadura, tanto no bem como no mal. O brasileiro não tem caráter porque não possui nem civilização própria nem consciência tradicional.

Isto posto, é importante para as pessoas sempre reverem histórias repetidas porque existe a segurança de já se saber o final. Daí, entende-se claramente o fato de o Bial falar que o BBB é um programa que revela muito mais de quem assiste do que de quem é assistido. O telespectador do programa tende sempre a fazer uma identificação de valores  com aqueles que aparentemente se demonstram injustiçados e, não por acaso, as histórias infantis se colocam basicamente sob o ponto de vista meramente estético.  Você precisa de um contexto que  apresente o (anti)herói em desvantagem com o seu antagonista. Assim, sob o olhar acusador, você sempre condenará este último pra justificar as más ações do primeiro.

É mais fácil ao cidadão médio entender que um grupo de 4 pessoas está em desvantagem em relação ao grupo maior da casa. Ou entender que a Gleici, nossa Macunaíma, movida a questões individualistas, se desenha como vítima de uma situação e mente descaradamente como tem feito, e fez ontem, ao optar no desempate pela Jéssica, uma pessoa tão subestimada pelo público, mas que fez uma das observações mais geniais e numa capacidade argumentativa tão superior à Gleici e à Ana Clara. 1: 32m. Teria sido 1 min se não fosse a interrupção do Ayrton.

Eu venho apontando há muito tempo a forma de jogar da Gleici. Até “guerrilhas virtuais” ela espera de sua torcida. Venho dizendo sobre o voto diferente que empareda, como Paula, Ana e ela mesma deram no Diego e emparedaram e eliminaram o Mahmoud. Ana Clara verbalizou torcida pela Paula e a Gleici viu isso. Neste dia, o trio da Gleici emparedou o Mahmoud pra salvar o Wagner. E o público fez o jogo do trio do Caruso e eliminou quem de fato era perseguido. O público demonstrou seu caráter.

O Diego é inteligente e desenhou o que eles deveriam ter feito há duas semanas atrás. Ele precisava indicar a Gleici. Ela e a Ana caíram em contradição. Ele protegeu Caruso e Jéssica. E ele deixou a Jéssica brilhar contra as lideres.

Gleici é uma heroína sem caráter, sem fair play, sem respeito. O contraponto foi firmado ontem. E, se sair, o Diego apenas atesta  que sua dignidade permaneceu intacta sem apelar pro vitismo e pra distorção dos fatos.

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s